AFINAL, O QUE DEFINE UM CAFÉ ESPECIAL?

Ele possui uma série de características sensoriais e físicas que requerem muita atenção, destreza por parte de todos os trabalhadores envolvidos no processo e até mesmo sorte para que suas propriedades sejam preservadas e estejam presentes nos grãos desde o plantio. Terroir ideal, irrigação adequada, bom regime de chuvas , colheita, transporte, torra etc. etc. etc… São diversas etapas importantes para que a bebida chegue à sua xícara com aquele sabor e aroma inconfundíveis.  Se qualquer uma dessas fases não for realizada de maneira apropriada, o produto final não pode ser denominado de “café especial”. Fica a dica 😉 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *