Café em extinção? Saiba como o Café Robusta pode mudar esta realidade!

Você sabia que nosso bom cafezinho pode estar com os dias contados? Uma pesquisa realizada na Inglaterra constatou que cerca de 60% de todas as espécies de cafés do mundo estão em extinção.
Cafés silvestres, como o Café Robusta, podem ser a solução para que plantações de cafés possam ser garantidas no futuro.

Os principais fatores que têm colocado as mais de 124 espécies de cafés em risco de extinção são o desmatamento e o aquecimento global. Ou seja, a produção de espécies tão desejadas, como o café arábica, sofrerá uma redução de cerca de 85% até 2080.

Desta forma, estudos têm indicado que a melhoria no uso de cafés silvestres, mais resistentes à pragas e às mudanças climáticas, são fundamentais para a sustentabilidade cafeeira.

Café Robusta: o salvador.

O café robusta é um exemplo de espécie que deverá ser cada vez mais utilizada para garantir o melhoramento genético das plantas.

Como muitos sabem, essa variedade de café é muito mais resistente às mudanças climáticas. Ou seja, se adapta muito bem a diferentes solos, temperaturas e altitudes.

Por isso, seus genes têm sido utilizados para o cultivo de exemplares que sobrevivam melhor à doenças e outras mudanças ambientais.

Esta série de estudos também tem auxiliado no desenvolvimento de grãos com características diferenciadas ao paladar. Ou seja, o velho estigma de que cafés robusta não têm qualidade está definitivamente ficando para trás. O que encontramos hoje no mercado são profissionais cada vez mais preocupados em entregar um produto de qualidade. O resultado, percebemos na xícara.

 

No entanto, esta não é a única variedade de café que deve ser estudada. De acordo com a pesquisa, novas espécies silvestres devem ser melhor exploradas para garantir o futuro da produção de café no mundo.

Pensamento no futuro

Mais do que nunca, o pensamento sustentável precisa fazer parte das produções agrícolas no mundo. Desta forma, estaremos garantindo o desenvolvimento e a preservação de espécies no futuro.

Desde 2016, organizações e empresas têm desenvolvido projetos que buscam soluções para lidar com as mudanças climáticas no meio agrícola.

O projeto Climate Smart Agriculture (CSA) fundou a Alliance for Resilient Coffee. Esta é uma iniciativa que envolve pesquisa e criação de ferramentas para a agricultura inteligente no setor cafeeiro.

Dentre tantas outras medidas, uma série de workshops tem ajudado cafeicultores a vencer as barreiras climáticas e saber como lidar com estas mudanças. Além disso, o incentivo ao pequeno produtor tem favorecido o desenvolvimento socioeconômico e o cuidado ambiental em microrregiões.

É por isso que, aqui em nosso negócio, sempre nós nos esforçamos em conhecer de perto cada produtor. Ao buscar nossos cafés direto das fazendas, entendemos melhor o processo e as pessoas envolvidas. Ao entender o processo, valoriza-se o trabalho e contribui-se para o desenvolvimento da nossa cadeia de forma uma forma sustentável.

Fontes:

Fontes:
http://advances.sciencemag.org/content/5/1/eaav3473
https://scanews.coffee/topics/research/sustainability/climatechange/climate-change-and-coffee-acting-globally-and-locally

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *